Amor de Sal

Não sei escrever poemas por mais que continue a tentar.Sou feita de histórias e de parágrafos,Não me consigo toldar!O meu ADN não me traz estrofes,Que as vidas e os romances…

Minha Eugénia

Estávamos a meados de Agosto. O céu caía há três dias consecutivos, quando te vi pela primeira vez defronte da vitrine da minha sapataria. Bem-posta e bem vestida jurava-te bailarina,…

A carta

Querida mãe, (é assim que se começam as cartas, não é?!) Tive nega no teste de matemática, eu sei que achas que me posso esforçar mais, e o stôr acha…