Eu, Viscondessa

Achava que as fronteiras eram riscos no chão.
(continuo a achar que faz todo o sentido).

Acreditava que nos dias de chuva, o Sol se escondia nas Portas do Sol, até que fui lá num dia de chuva. Gosto da memória anterior à constatação.

O meu maior sonho era ter um irmão. Veio aos 10 anos e é perfeito!
(Nota 1: ele diria 9 anos – temos 9 anos e 361 dias de diferença; Nota 2: a diferença de idades às vezes não se nota!)

Em miúda desenhei a minha casa várias vezes. Em todas tinha um escorrega do primeiro piso para a sala e um bom quintal.
Se me pedissem, agora, para desenhar a casa dos meus sonhos, continuava a ter o escorrega e o quintal.

Queria ter 6 filhos e reduzi para 4, para caberem todos no carro comigo. Tenho 1 e fez ontem 1 ano. Somos felizes!

Queria ser enfermeira para ajudar a minha tia e veterinária só de cães. Tinha o sonho de ser bailarina.
Hoje gostava de ser escritora.

Acreditava que se sonhasse e desejasse muito uma coisa, isso acontecia.
Agora sei que querer é apenas o primeiro passo.

Next PostRead more articles