Avó

“Tudo o existe nasce pequeno.” Disse-me a minha avó. “E até nos afectos, porque podem sempre crescer! Temos de dar importância às coisas pequenas da vida.”
Sábio conselho!

A nossa avó tem esse poder, diz frases engraçadas cheias de sentido que, às vezes, vêm sem sentido aparente e aparentemente encaixam tão bem na realidade. É daquelas pessoas que acreditam.

Olhamos para ela desde pequenos e sempre pareceu rosada a combinar com o cabelo branco e o sorriso sincero, daqueles sorrisos de cara e não de carteira.

Sabemos-lhe a história. Mas a que sabemos do seu sorriso cor de rosa e branco, faz sempre lembrar alegrias, como quando um bolo queima e continua saboroso. Se calhar por isso faz broas que não se encontram à venda, na medida certa de uma única dentada.

Porque há coisas que se querem pequenas.