Lutador

Sempre vestiste preto para esconder os amassos das lutas em que te metias, rixas de rua cheias de pedras da calçada, e buracos de alcatrão. Quando eras pequeno e franzino…

Continue ReadingLutador

Mentiras

Entre soluços e palavras que não conseguia finalizar, Manuel estava afogado em lágrimas que lhe toldavam a capacidade de verbalizar o que sentia. Tinha acabado de ficar de castigo, uma…

Continue ReadingMentiras

O estalo

Boné preto de pala rígida, óculos escuros quadradões e corrente de prata ao peito. Vestia sempre calças de ganga esgarçadas e ténis pretos última moda. A mim que o via…

Continue ReadingO estalo

O Charme do Amuo

Estavam a vir da Tailândia, felizes e apaixonados pelas peles bronzeadas que traziam e orgulhosos do perímetro abdominal cheio de noodles, caril e outras especiarias. Nesse regresso e apesar do…

Continue ReadingO Charme do Amuo

Dia da Mãe

ilustração de @mouro.ao Ser mãe é nascer noutro dia, noutro mês e noutro ano, além do seu. É renascer todas as vezes que isso acontece. A nossa mãe tem três…

Continue ReadingDia da Mãe

Avô Zé

Pedro Pedra da Rocha Calhau, chamava-lhe o avó Zé, de cabelo branco prata e olhos azuis. Tinha herdado a ladaínha do nome quando, ainda em tenra idade, se recusava a largar alguns hábitos vistos…

Continue ReadingAvô Zé

Sonho meu

Ilustração de @mouro.ao A minha mãe adora praia, os grãos massajam-lhe a sola dos pés, esfoliam-lhe o formato dos sapatos, se calhar por isso sempre achou importante termos também acesso…

Continue ReadingSonho meu

Revelação

Alberto era o quarto filho e atribuía aos 21 e 19 anos de diferença, a falta de ligação com os dois irmãos mais velhos, Joaquim e António. Tinha passado a…

Continue ReadingRevelação

Amor de Sal

Ilustração de @mouro.ao Não sei escrever poemas por mais que continue a tentar.Sou feita de histórias e de parágrafos,Não me consigo toldar!O meu ADN não me traz estrofes,Que as vidas…

Continue ReadingAmor de Sal

A carta

Querida mãe, (é assim que se começam as cartas, não é?!) Tive nega no teste de matemática, eu sei que achas que me posso esforçar mais, e o stôr acha…

Continue ReadingA carta